Reality Show com Glamour

Para a maioria dos marmanjos, um programa tão feminino como Brazil’s Next Top Model é uma mera desculpa para ver mulheres bonitas. Não nego ser um deles, sobretudo porque abomino reality shows. Esse, no entanto, tem um propósito específico e bastante pragmático, ao contrário dosBig Brothers da vida: introduzir uma nova supermodelo brasileira no… Continue lendo

Horroróscopo

Uma das melhores coisas que já recebi via internet. O LADO NEGRO DO SEU SIGNO Áries (21 de março a 20 de abril) Você se acha muito honesto, íntegro, independente e poderoso. Bom, isso é o que você acha… Você adora mandar e botar tudo pra “ferver”, mas desde que seja do seu… Continue lendo

Indomitamente diabólico

Nunca suportei Martinho Lutero (1483-1546). Não por ultramontanismo da minha parte, mas porque sempre o vi como um charlatão epilético e oportunista, cuja “reforma”, na verdade um mero cisma, só vingou porque um punhado de gananciosos nobres alemães do século XVI adotou-lhe as idéias a fim de poder saquear à… Continue lendo

Porto Alegre em Cena – II

Dois espetáculos de dança quase contrastantes: Kagemi e Boccatango. Dança butô e balé moderno, o milenar e o contemporâneo, o japonês e o argentino. O eterno e o efêmero. As peças Família e A Pedra do Reino me levam à mesma reflexão do Porto Alegre em Cena do ano passado, quando Luís Melo interpretou Tchekov, não… Continue lendo

Porto Alegre em Cena – I

Setembro começou com mais uma edição, a 14ª, do imperdível Porto Alegre em Cena, o maior e melhor festival de teatro deste pobre país cujos maiores histriões encontram-se não nos palcos, mas na política. Não sei se alguém já utilizou o termo “teatro sensorial”, mas mesmo que não tenha, o espetáculo alemão Big… Continue lendo

Primavera para Hitler

Não acho Mel Brooks extremamente engraçado. Seus filmes sempre me arrancaram mais sorrisos que gargalhadas, e seu grosseiro humor judaico totalmente isento de sutileza meio que me repugna. Nunca neguei, no entanto, a inteligência de suas sátiras, e o brilhantismo de suas idéias, das quais a melhor de todas foi,… Continue lendo

Impropério Romano

Cleópatra não era tão vagabunda, nem tampouco Otávia, que nunca deu para o Agripa, muito menos Ácia, que jamais deu para Marco Antônio, o qual portanto não foi expulso de Roma por comer a mãe de Otaviano, que por sua vez não estava em Roma quando Júlio César foi morto… Continue lendo